Missão nos EUA

 


O Cel Art QEMA Luciano Batista de Lima, após ter comandado o 21º GAC em Niterói/RJ e servido no Gabinete do Comandante do Exército em 2014 / 2015, foi na sequência designado para a chefia da Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW). Nossos cumprimentos pela brilhante carreira desse filho do estimado casal TUDUCAX Jacaono / Eni e votos de renovados sucessos!

 

 


Com a esposa Karla e a filha Júlia, recebendo a visita dos pais à entrada da CEBW.

 

 

PASSANDO POR BRASÍLIA


Vindo de Recife, o casal Tuducax Lacerda /Dulce esteve em Brasília para assistir à cerimônia de Colação de Grau do neto Pedro Lacerda, que vem de concluir com brilhantismo o curso de Relações Internacionais. O formando é filho do Cel Art QEMA Celso Luiz de Souza Lacerda, que atualmente serve no COTER. Ao Pedro e a seus pais Celso e Cláudia, nossos cumprimentos! Aproveitando a estada, o muito estimado casal passou, também, agradáveis momentos na companhia de amigos.

 

À porta do HTO; visita a atelier de pintura; almoço no Pontão do Lago Sul; em reunião com esposas Tuducax: Ivonete, Olenka, Carmem (na foto, a irmã Alice) e Helena.


 

SOBRE AFIXAÇÃO DE PLACA NA AMAN EM 2017

 

Considerando um conjunto de circunstâncias (idade dos "cadetes", que se vai aproximando dos 80 anos; dificuldade da AMAN em prover local para placas quinquenais de crescente quantidade de turmas; necessidade de fazer o Encontro em dezembro – próximo a festas de fim de ano – , por força do calendário da AMAN; e outras), já havia sido aventada, há algum tempo,- e tem sido considerada pela atual Diretoria ATUDUCAX – a ideia de que a próxima reunião da Turma Duque de Caxias, com afixação de placa na AMAN seja nos 60 anos (mais "experientes" ainda... em 2022).   Assim, o Encontro Nacional de 2017 não necessariamente tenha que se realizar em região próxima a Resende. Observe-se que não em todos os quinquênios anteriores houve afixação de placa de nossa Turma.
Paralelamente, estamos considerando a hipótese de organizarmos uma programação de visita à região da AMAN, com permanência de dois dias (uma diária de hotel), em dezembro de 2017 (calendário da AMAN), à qual comparecerá uma representação de TUDUCAX voluntários e famílias, possivelmente em número não muito expressivo. Com a possibilidade até de afixação de placa.

 

Há a hipótese de, vindo o Encontro/2017 a se realizar em Angra dos Reis, Búzios,ou outro local próximo a Resende, essa visita de dois dias à região da Academia vir a ser feita (caso consigamos data na AMAN), imediatamente após o Encontro, como  uma “esticada”, até as Agulhas Negras, pelos "voluntários".

 

 

FESTEJAREMOS 55 ANOS DE ASPIRANTADO
 Ajude a eleger a cidade !

 

No próximo ano comemoraremos o 55º aniversário de Aspirantado da Turma Duque de Caxias. Uma das regiões em princípio candidata a sediar nosso Encontro é a do Rio de Janeiro e cidades do seu entorno (Angra dos Reis, Búzios, Cabo Frio ou o próprio Rio de Janeiro), opção capaz de possibilitar que uma representação de interessados faça, após o Encontro, uma “esticada” até a AMAN (veja nota acima).. Alternativamente, outras cidades que foram apresentadas como candidatas por companheiros:  Águas de Lindoia (SP), Atibaia (SP), Guarujá (SP), Camboriú (SC), Caldas Novas (GO), Belo Horizonte (MG), Vale dos Vinhedos-região de Bento Gonçalves (RS), Santinho-região de Florianópolis (SC). No período de 21 de março até 21 de setembro, estaremos recebendo, pelo email atuducax.pres@gmail.com  votos dos Tuducax sobre a cidade (entre as acima citadas ou qualquer outra) de preferência para sediar o Encontro 2017. À Assembleia Geral a ser realizada em Cumbuco, em outubro próximo, serão levadas cédulas de votação onde constarão os nomes das três cidades mais votadas nesta prévia e, então, decidiremos, no voto, onde será realizado nosso Encontro de 2017.

 

APRESENTE SUA OPÇÃO E NOS AJUDE A LEVAR À VOTAÇÃO AS TRÊS PREFERIDAS DA MAIORIA.

 

 

 

Local de realização


Recentes votos recebidos:

 

Neves, Lobo, Amadeu Mesquita, Holleben, Aridio, Mota Mendes, Velloso, Linelson, Geraldo, Telles, Gilson Dantas, Moraes, De Cunto, Tomaz, Calazans, Gobbo Ferreira, Saunders, Benini, Terra, Genuino, Danillo, Glauco, Lacerda, Bertolino, Ferreira, Muzzi e Aquino.


Resultado Parcial :

 

Vale dos Vinhedos 42.2%
Angra dos Reis 32.0%
Búzios 9.7%
Rio de Janeiro 6.5%
Caldas Novas (Águas Quentes) 3.2%
Itatiaia 3.2%
Cruzeiro Marítimo 3.2%

 

 

 

 

 

03 Ago – Dia do Engenheiro Militar


14 Ago – Dia dos Pais


25 Ago – Dia do Soldado

 

 

 

 

PARABÉNS!

 

Agosto

 

 

20 – Melilo (Int)
20 – Respício (Art)
21 – Danilo (Com)
21 – Hiram (Inf)
21 – Leão (Int)
21 – Maria Helena (Barros – Inf)
22 – Mauro (Inf)
23 – Maria do Carmo (Lisboa – Eng)
23 – Romeu (Int)
25 – Mariza (Fagundes – Art)
25 – Marlene (Aguiar – Inf)
26 – Marques da Rocha (Inf)
27 – Caetano (Int)
27 – Tauil (Int)
28 – Josemar (Hilton – Art)
28 – Marina (Beust – Inf)
29 – Hiromi (Int)
31 – Norma ( Pádua – Inf)
31 – Vaz de Mello (Inf)

 

 

Site Atualizado 20/08/2016

Esta página é atualizada semanalmente. Se não está encontrando nela informação específica que motivou sua visita, pode ser  que seu computador não esteja exibindo a versão mais atualizada.

Aperte, então, a tecla F5 (alto de seu teclado),

e obterá as informações mais recentes.


 

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


 

Veja mais

 

25 de agosto
Salve o Duque de Caxias !

 

 

Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, nasceu em 25 agosto de 1803, na fazenda de São Paulo, no Taquari, Vila de Porto da Estrela, no Rio de Janeiro, quando o Brasil era Vice-Reino de Portugal, filho do Marechal de Campo Francisco de Lima e Silva e de D. Mariana Cândida de Oliveira Belo.  Em 22 de maio de 1808,  Luiz Alves é titulado Cadete de 1ª Classe, aos 5 anos de idade. Em 1818, aos quinze anos, matriculou-se na Academia Real Militar, de onde saiu promovido a Tenente, em 1821, para servir no 1º Batalhão de Fuzileiros, Unidade de elite do Exército do Rei. No dia 3 de junho de 1823, o jovem militar tem seu batismo de fogo, quando o Batalhão do Imperador foi destacado para a Bahia, onde pacificaria um movimento contra a independência comandado pelo General Madeirade Melo. No retorno dessa campanha, recebeu o título que mais prezou durante a sua vida – o de Veterano da Independência. Em 1825, iniciou-se a Campanha da Cisplatina, e o então Capitão Luiz Alves desloca-se para os pampas, junto com o Batalhão do Imperador, retornando da campanha no posto de major. A 6 de janeiro de 1833, no Rio de Janeiro, o Major Luiz Alves casava-se com a senhorita Ana Luiza de Loreto Carneiro Viana, que contava, na época, dezesseis anos de idade. Em 1837, já promovido a Tenente-Coronel, é escolhido, por seus descortino administrativo e elevado espírito disciplinador, para pacificar a província do Maranhão, onde havia iniciado o movimento da Balaiada. Em 2 de dezembro de 1839, é promovido a Coronel e, por Carta Imperial, nomeado presidente da província do Maranhão e Comandante-Geral das Forças em operações.  Em 18 de julho de 1841 foi-lhe conferido o título nobiliárquico de Barão de Caxias. "Caxias simbolizava a revolução subjugada. O título de Caxias significava, portanto: disciplina, administração, vitória, justiça, igualdade e glória", explica o seu biógrafo Padre Joaquim Pinto de Campos. Em 1841, Caxias é promovido a Brigadeiro e, em seguida, eleito unanimemente deputado à Assembleia Legislativa pela província do Maranhão e, já em março de 1842, é investido no cargo de Comandante das Armas da Corte. Em maio de 1842, iniciava-se um levante na província de São Paulo, suscitado pelo Partido Liberal. D. Pedro II, com receio de que esse movimento, alastrando-se, viesse fundir-se com a revolta farroupilha, que se desenvolvia no sul do Império, resolve chamar Caxias para pacificar a região. Assim, o Brigadeiro Lima e Silva é nomeado Comandante-Chefe das Forças em operações da província de São Paulo e, ainda, Vice-Presidente dessa província. Cumprida a missão em pouco mais de um mês, o Governo, temeroso que a revolta envolvesse a província das Minas Gerais, nomeia Caxias Comandante do Exército pacificador naquela região, ainda no ano de 1842. Já no início do mês de setembro, a revolta estava abafada e a província, pacificada. No dia 30 de julho de 1842, "pelos relevantes serviços prestados nas províncias de São Paulo e Minas", é promovido ao posto de Marechal de Campo graduado, quando não contava sequer quarenta anos de idade. Ainda grassava no sul a revolta dos farrapos. Mais de dez presidentes de província e generais se haviam sucedido desde o início da luta, sempre sem êxito. Mister da capacidade administrativa, técnico-militar e pacificadora de Caxias, o Governo Imperial nomeou-o, em 1842, Comandante-Chefe do Exército em operações e Presidente da província do Rio Grande do Sul. Logo ao chegar a Porto Alegre, Caxias fez apelo aos sentimentos patrióticos dos insurretos através de um manifesto cívico. “Abracemo-nos para marcharmos, não peito a peito, mas ombro a ombro, em defesa da Pátria, que é a nossa mãe comum". Mesmo com carta branca para agir contra os revoltosos, marcou sua presença pela simplicidade, humanidade e altruísmo com que conduzia suas ações.  Assim ocorreu quando da captura de dez chefes rebeldes aprisionados no combate de Santa Luzia, quando, sem arrogância, com urbanidade e nobreza, dirigiu-se a eles dizendo: "Meus senhores, isso são consequências do movimento, mas podem contar comigo para quanto estiver em meu alcance, exceto para soltá-los".
O tino militar de Caxias atinge seu ápice nas batalhas dessa Campanha. Sua determinação ao Marechal Alexandre Gomes Argolo Ferrão para que fosse construída a famosa estrada do Grão-Chaco, permitindo que as Forças brasileiras executassem a célebre marcha de flanco através do chaco paraguaio, imortalizou seu nome na literatura militar. Da mesma forma, sua liderança atinge a plenitude no seu esforço para concitar seus homens à luta na travessia da ponte sobre o arroio Itororó – "Sigam-me os que forem brasileiros". Caxias só deu por finda sua gloriosa jornada ao ser tomada a cidade de Assunção, capital do Paraguai, em 1º de janeiro de 1869. Em 1869, Caxias tem seu título nobiliárquico elevado a Duque, mercê de seus relevantes serviços prestados na Campanha contra o Paraguai.
Em 1875, pela terceira vez, é nomeado Ministro da Guerra e presidente do Conselho de Ministros. Caxias ainda participaria de fatos marcantes da história do Brasil, como a Questão Religiosa, o afastamento de D. Pedro II e a Regência da Princesa Isabel. Já com idade avançada, Caxias resolve retirar-se para sua terra natal, a província do Rio de Janeiro, na Fazenda Santa Mônica. No dia 7 de maio de 1880, às 20 horas e 30 minutos, fechava os olhos para sempre aquele bravo militar e cidadão que vivera no seio do Exército para glória do próprio Exército. No dia seguinte, em trem especial, chegava na Estação do Campo de Santana o seu corpo, vestido com o seu mais modesto uniforme de Marechal de Exército, trazendo ao peito apenas duas das suas numerosas condecorações, as únicas de bronze: a do Mérito Militar e a Geral da Campanha do Paraguai, tudo consoante suas derradeiras vontades expressas.  Em 25 de agosto de 1923, a data de seu aniversário natalício passou a ser considerada como o Dia do Soldado do Exército Brasileiro, instituição que o forjou e de cujo seio emergiu como um dos maiores brasileiros de todos os tempos. Ele prestou ao Brasil mais de 60 anos de excepcionais e relevantes serviços como político e administrador público de contingência e, inigualados, como soldado de vocação e de tradição familiar, a serviço da unidade, da paz social, da integridade e da soberania do Brasil Império. Em mais uma justa homenagem ao maior dos soldados do Brasil, desde 1931, os Cadetes do Exército, da Academia Militar das Agulhas Negras, portam como arma privativa, o Espadim de Caxias, cópia fiel, em escala, do glorioso e invicto sabre de campanha de Caxias, que desde 1925 é guardado como relíquia pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. O Decreto do Governo Federal de 13 de março de 1962 imortalizou o nome do invicto Duque de Caxias como o Patrono do Exército Brasileiro. Atualmente, os restos mortais do Duque de Caxias, de sua esposa e de seu filho, repousam no Panteon a Caxias, construído em frente ao Palácio Duque de Caxias, na cidade do Rio de Janeiro.


Com muito orgulho, a nossa Turma – a Turma que se formou na Academia Militar das Agulhas Negras em 20 de dezembro de 1962 – foi batizada com o nome glorioso de TURMA DUQUE DE CAXIAS.

..............................................................................................

 

O céu, o rio Amazonas,
a lindíssima imagem de nossa Bandeira !

..............................................................................................

TUDUCAX JOBST E A TOCHA OLÍMPICA


Nosso amigo Jobst foi notícia recente como um dos ilustres convidados para conduzir a Tocha Olímpica durante os festejos que antecederam os Jogos Rio 2016. Julgamos oportuno transcrever a mensagem que dele recebemos e a resposta que lhe enviamos. Nossos renovados cumprimentos !


Prezado Presidente Velloso,
Envio fotos do evento ocorrido em 04/08/2016 em que fui selecionado pelo Banco Bradesco para conduzir a Tocha Olímpica Rio 2016 como parte do grande evento em que a Tocha foi conduzida em todo território nacional durante 2 meses por mais de 12 mil pessoas. Apesar de estar contundido por conta de uma fratura na vértebra torácica, que por pouco não impediu minha participação, fui em frente e consegui cumprir minha missão e hoje me sinto um atleta completo. Agradeço a atenção e o apoio dos companheiros Tuducax e em especial do nosso presidente em ter publicado no site este momento para mim tão importante. Abraços e recomendações à D. Ivonete. Roberto Jobst.


Ao estimado casal Jobst e Rosele,
Todo o país acompanhou com entusiasmo o revezamento da Tocha Olímpica, que antecedeu a magnífica festa dos Jogos Rio 2016. Iniciado em 3 de maio em Brasília, tendo percorrido 329 cidades em 95 dias e passado por todos os 26 Estados, o significante revezamento foi realizado por destacadas pessoas, cada qual por algum motivo bem particular. No caso do amigo JOBST, para orgulho dos TUDUCAX, a deferência lhe foi conferida à luz de sua notável história de atleta. Parabéns a você, Jobst, e parabéns à ROSELE, ambos vitoriosos por igual nesse evento, como têm sido ao longo da vida. Velloso.

 

 

 

Fotos da ocasião.
Na mais ao alto, com nosso companheiro TUDUCAX Arthur Cramer, Campeão Pan-americano de esgrima.

***************************************************************

  Escolha do local para o Encontro/2017

 

 

Consulte a coluna à esquerda desta página a respeito de placa na AMAN e do local do Encontro / 2017.
PARTICIPE DO PROCESSO DE ESCOLHA DO LOCAL!

 

Fortaleza desenvolveu-se às margens do rio Pajeú; sua toponímia é uma alusão ao Forte Schoonenborch, que deu origem ao município, construído pelos holandeses durante sua segunda permanência no local, entre 1649 e 1654. O lema de Fortaleza, presente em seu brasão, é a palavra em latim Fortitudine, que, em português, significa "força, valor, coragem". Está localizada no litoral Atlântico, a uma altitude média de dezesseis metros, com 34 km de praias. Fortaleza possui 314,930 km² de área e 2 591 188 habitantes estimados em 2015, além da maior densidade demográfica entre as capitais do país, com 7 786,4 hab/km². É a maior cidade do Ceará em população e a quinta do Brasil. A Região Metropolitana de Fortaleza é a sexta mais populosa do Brasil e a primeira do Nordeste, com 3 985 297 habitantes em 2015. É a cidade nordestina com a maior área de influência regional e possui a terceira maior rede urbana do Brasil em população, atrás apenas de São Paulo e do Rio de Janeiro. No turismo, a cidade alcançou as marcas de segundo destino mais desejado do Brasil e quarta cidade brasileira que mais recebe turistas de acordo com o Ministério do Turismo. Batizada de Loira Desposada do Sol pelos versos do poeta Paula Ney, a metrópole cearense é a terra natal de brasileiros de grande renome como o ex-presidente Castelo Branco, assim como Capistrano de Abreu, José de Alencar e Rachel de Queiroz.

 

DVD – resultado de pesquisa

 

Enviamos aos inscritos para o Encontro a mensagem:

 

Comunicamos que não recebemos a tempo proposta de serviço de cine-fotografia para o evento que nos reunirá em Cumbuco, o que ter-nos-ia levado à análise de conveniência de incluir seus custos no “pacote” sugerido para o Encontro. Por essa razão, no preço que a BURITI TURISMO está praticando para nossa reunião no Vila Galé de 26 a 31 de outubro próximo, estão, tão somente, incluídos (e discriminados) gastos com a hospedagem no Resort, transfers (exceto para residentes em Fortaleza), coquetel de abertura e jantar de encerramento. AO FINAL DO MÊS DE MARÇO, O CINEGRAFISTA MARCINHO NOS ENVIOU O DVD DO ENCONTRO DE ILHÉUS QUE, UMA VEZ MAIS, FICOU MUITO BOM. Para quem aprecia esse tipo de recordação é “algo a mais” bastante interessante. Dessa forma, consultamos - agora contatados pelo cinegrafista - se é do seu desejo adquirir, pelo mesmo preço de 2015, isto é, por R$ 150,00, uma fita que ele poderá vir a produzir com os melhores momentos de Cumbuco 2016, CASO A ATUAÇÃO DO CINEGRAFISTA NO ENCONTRO SE TORNE VIÁVEL. Se houver um número considerável de interessados, o Marcinho comparecerá e, certamente, fará outra vez um belo trabalho.

 

Assim, solicitamos que nos envie e-mail (por gentileza, no máximo até 22 de abril) para atuducax.pres@gmail.com, mesmo negativamente. Havendo quórum suficiente, passaremos, a quem aderir, os dados bancários do Marcinho, para que o depósito de R$ 150,00 lhe seja feito diretamente até o vencimento em 10 de junho próximo. Estimando que o amigo venha a aderir à ideia de, uma vez mais, contarmos com os importantes registros cine-fotográficos, aguardamos seu pronunciamento até o dia 22 de abril.

Das respostas recebidas, 60% (doze em vinte) disseram não haver interesse pelo DVD. Apresenta-se portanto, em princípio, como inviável a ida do cinegrafista Marcinho. O que seguramente não implicará que deixe de acontecer a tradicional “foto oficial” do Encontro.

 

...................................................

RETROSPECTO DO ENCONTRO 2015

 

Leia a íntegra

 ..................................................

 

 

ANUIDADE 2016

 

Ao longo do tempo, dedicados companheiros têm contribuído com valor   –  deliberado  em  Assembleia  –
a título de ANUIDADE, que tem sido essencial à manutenção de nosso site, um dos principais elementos físicos aglutinadores da Turma. Essa manutenção do “PORTAL AMAN 62” inclui pagamento mensal por serviço de web-designer que há anos nos vem sendo prestado e que estará sendo mantido.

Na AGO realizada durante o Encontro Tuducax/2010 em Natal/RN, foi reajustado o valor da anuidade de R$80,00(oitenta reais) para R$100,00 (cem reais), valor ainda em vigor, com previsão de pagamento até o final de fevereiro de cada ano.  

  A Assembleia Geral realizada em Ilhéus em 16 de outubro de 2015 aprovou a proposta apresentada pelo Diretor Executivo, Cel Fernando Velloso, de emissão de boletos lembrando a contribuição com a anuidade, de preferência até o final do mês de fevereiro. Assim, a cada ano, a partir de 2016, eles passam a ser enviados aos domicílios dos sócios fundadores e contribuintes, sem conotação de cobrança, apenas de lembrança. Tal medida faculta à ATUDUCAX contar, em tempo mais hábil, com essa contribuição, tão importante para manutenção do nosso site. Dados da ATUDUCAX (para depósitos): 

 

Banco  do  Brasil,  Agência: 1003-0;

Conta Corrente: 45.072-3.


Ao realizar o depósito não deixe de acrescentar o valor correspondente ao seu dígito identificador.  Certifique-se
a respeito dele consultando aqui.

 

A ATUDUCAX AGRADECE, DESDE JÁ, SUA VALIOSA PARTICIPAÇÃO.


 - CLIQUE AQUI E VEJA OS QUE ESTÃO QUITES COM A ANUIDADE DE 2016.

 

   - CLIQUE  AQUI   E  CONSULTE  NO  ITEM  04  INFORMAÇÕES REFERENTES A ANUIDADES DE OUTROS ANOS.

 

EM CASO DE QUALQUER QUESTIONAMENTO, ENVIE E-MAIL PARA:
atuducax.pres@gmail.com (Velloso) ou linelsonsg@globo.com (Linelson), INFORMANDO A DATA DO DEPÓSITO PARA O DEVIDO ACERTO.

 

Por favor, atenção: apuramos, ao

início de cada mês, as anuidades pagas no correr dos mais recentes 30 dias.

Na primeira quinzena do mês subsequente àquele em que anuidade(s) tenha(m) sido paga(s), esta listagem é atualizada.

 

A ANUIDADE TEM GRANDE IMPORTÂNCIA! 

..................................................................

 

O fato de as adesões a nossos Encontros passarem a ser feitas pelos interessados sem qualquer interveniência contábil-financeira da Diretoria da Atuducax ocasionou que nossa receita tenha passado a ficar restrita tão somente às contribuições visando à manutenção do site www.aman62.com (anuidades dos companheiros e patrocínio FHE-POUPEX).

 

Publicamos no site, mês a mês, o movimento financeiro, que pode ser acompanhado a partir de janeiro de 2015 (primeiro sob a responsabilidade da Diretoria empossada naquela ocasião).

Clique aqui e confira os demonstrativos pormenorizados